sexta-feira, 10 de agosto de 2012

FAÇO PARTE...

 “Isaque lhes perguntou: ‘Por que me vieram ver, uma vez que foram hostis e me mandaram embora?’ Eles responderam: ‘Vimos claramente que o Senhor está contigo; por isso dissemos: Façamos um juramento entre nós. Queremos firmar um acordo contigo: Tu não nos farás mal, assim como nada te fizemos (...)”.
Gênesis 26.27-29a NVI
                 
Como é que os outros vêem você?
 Freqüentemente abrimos mão de nossa consciência quanto à vontade de Deus e nos preocupamos em viver de forma a sermos aceitos por aqueles que nos rodeiam! Somos influenciados ao invés de influenciar. Por isso a pergunta acima é tão importante. Você é bem aceito por aqueles que estão próximos?
 Saber como os outros vêem você também pode lhe dar uma noção de como está seu relacionamento com Deus. É natural observarmos que a presença dos verdadeiros cristãos causa certo desconforto para o ímpio (quem não crê em Jesus). A simples presença exerce julgamento sobre o “não” cristão. Não é por que este seja melhor do que aquele, mas é porque suas boas ações no dia a dia lançam luz sobre as corrupções do outro. O justo incomoda alguns pela forma como vive!
 Talvez seja esse natural desentendimento que dificulta o relacionamento, mas isso não nos deve impedir de desejarmos alcançar o colega apresentando o nosso Senhor para que também se torne o Senhor dele. “Ame ao próximo como a ti mesmo”, lembra?
 Isaque, filho da promessa de Deus a Abraão, foi reconhecido pelos filisteus (povo ímpio) com aquele que tem parte com o próprio Deus. Os lideres daquela nação reconhecia que a bênção de Deus estava sobre eles e, como é de costume, o pecado em suas vidas ficavam em evidência e lhes dava a sensação de um iminente juízo de Deus. Por isso tremiam diante do servo do Senhor.
 Fico por entender porque o colega que identifica quem é o meu Deus também não O recebe como seu Deus! Mas uma coisa eu sei, meu papel é apresentar o Senhor. Entende isso?

Pense Nisto

 Deus elegeu um patriarca para dar origem a um povo eleito a fim de se manifestar ao mundo! Não deseja salvar só aqueles, mas pretende usar o seu povo para que os demais sejam alcançados! Seus “contatos” o vêem como “descendente de Abraão”? Como alguém que faz parte do povo de Deus?

 Ore

 “Pai me fortaleça para que eu não desanime diante das constantes rejeições que sofro! Desejo perseverar no Senhor, sendo testemunha viva para que vejam o Senhor  em minha vida. É em Nome de Jesus que oro. Amém”
 Hagton         www.umbet.org.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário