sábado, 26 de maio de 2012


Este Dia é Dia de Boas Novas

Pastor Cleber Rodarte Neves

II Reis 6:24,25; 7:3-15. "Então disseram uns para os outros: Não fazemos bem: este dia é dia de boas
novas, e nós nos calamos;..." II Reis 7:9

Quem deixa de dar uma boa notícia a quem deve recebê-la pode causar grandes prejuízos a outrem e ser taxado de irresponsável. Ben-Hadade, rei da Síria, cercou Samaria com numeroso exército; ninguém saía nem entrava. Houve uma grande fome naqueles dias de sítio (II Reis 6:28,29). Samaria era a capital do reino do norte - Israel; tudo isso aconteceu porque se afastaram do Senhor. Não obstante, Deus mostrou Seu poder a Israel como Deus vivo, libertando-os da opressão dos Siros. Quatro leprosos indo ao arraial dos siros, descobriram o que o Senhor fizera aos inimigos de Israel, fazendo-os fugir amedrontados.
Os quatro leprosos tomaram conhecimento das "Boas novas": o acampamento dos siros tinha sido abandonado intacto; havia corrido e deixado tudo para trás. Aqueles quatro homens se fartaram e começaram a esconder algumas coisas para si (7:8). Mas logo notaram que o que estavam fazendo estava errado. Haviam se fartado e agora se enriqueciam com tudo o que os siros deixaram no acampamento, enquanto toda a cidade de Samaria padecia fome e miséria (7:4). "Há fome na cidade." Então disseram uns aos outros: "... Não fazemos bem: este dia é dia de boas novas, e nós nos calamos; se esperamos até a luz da manhã, seremos tidos por culpados; agora, pois, vamos, e anunciemos à casa do rei." (7:9). Foram aos porteiros de Samaria e anunciaram as boas novas. Os porteiros, por sua vez, anunciaram à casa do rei. (7:10,11). Assim, todo o povo, toda a cidade saqueou o acampamento dos siros, mataram a fome e saíram da miséria porque quatro homens leprosos levaram a boa nova àquela cidade.
Mas...meus amados, todos nós sabemos que, onde estamos vivendo, "há fome na cidade." A cidade onde eu vivo está espiritualmente faminta, miserável, esfaimada. E nós somos aqueles "poucos homens" (quatro leprosos) que descobrimos as boas novas. O inimigo, Satanás, tem cercado a minha cidade e a sua com certeza, para que ninguém entre nem saia em busca da verdade. Ele tem cercado famílias, bairros e indivíduos para que não saiam em busca das Boas Novas.
A primeira coisa a notarmos, portanto, é que: Não está certo ficarmos calados (v.9). O verso 3b diz: "...para que estaremos nós aqui sentados até morrermos?" Você vai morrer como crente que ficou sentado, em sua casa, em sua igreja, sem ganhar o maior número de almas possível? Às vezes penso que nós pastores passamos tempo demais sentados em nossos escritórios quando poderíamos gastar mais tempo procurando os perdidos para lhes falar de Cristo. Para que estaremos nós sentados aqui até morrermos se há fome na cidade? Há tanta miséria espiritual por toda parte; e nós que temos as "Boas novas" da salvação podemos não estar levando-as àqueles que vivem ainda nas trevas e que irão perecer nelas caso não as levarmos a eles. Nós estamos semanalmente nos enriquecendo com o conhecimento de Deus e tornando-nos mais hábeis na teologia; não podemos esconder este tesouro que já descobrimos em Cristo, não o podemos enterrar, NÃO ESTÁ CERTO FICARMOS CALADOS.
A cidade não precisa ficar miserável. Precisamos anunciar-lhes que há vitória em Cristo. Precisamos contar-lhes que Cristo liberta, que Cristo satisfaz, que Cristo e só Cristo salva. Certa vez um homem criou um filhote de águia tomando o cuidado de amarrar-lhe um cordel num dos pés enquanto voava, a fim de que não viesse a fugir dele. Assim só podia voar em círculos até onde aquele cordel o permitia. Quando a ave tornou-se adulto, o outro a soltou, tornando-a livre, após cortar aquele cordel. No entanto ela continuou a voar em círculos, pois não havia percebido que alguém a libertara.
Assim muitos ainda estão presos no pecado, sob o domínio de Satanás porque não há quem lhes queira contar que Cristo os pode libertar totalmente. A segunda coisa a notarmos é que: Este dia é dia de Boas Novas. "...eis agora o tempo sobremodo oportuno, eis agora o dia da salvação." (II Cor.6:2b). Eis o tempo sobremodo
oportuno para anunciarmos as Boas Novas da salvação em Cristo Jesus. A volta do Senhor é iminente; não há o que esperar para se anunciar a Cristo como Salvador. Não escondamos as Boas Novas. Os quatro leprosos se fartaram e esconderam coisas de valor. Quando deixamos de anunciar as Boas Novas ao pecador perdido, as escondemos. Fartamo-nos de bênçãos e escondemos o que achamos em Cristo. Fomos salvos e agora não conduzimos outros à salvação.
Não esperemos mais. "...se esperarmos até a luz da manhã seremos tidos por culpados..." (v.9) "A luz da manhã" na Bíblia geralmente refere-se à volta de Cristo e a nossa entrada na glória com Ele. Veja Rm.13:11,12: "...vem chegando o dia..." e Ap.22:16 diz que Cristo é a brilhante estrela da manhã. Isto está relacionado com a Sua vinda, Ap.22:17. Logo brilhará a Estrela da manhã, logo virá o amanhecer e não haverá mais o que anunciarmos. O tempo terá findado do nosso labor na seara. Não esperemos mais; este dia é dia de Boas Novas, e nós nos calamos; "SE ESPERARMOS ATÉ A LUZ DA MANHÃ SEREMOS TIDOS POR CULPADOS."
Se os leprosos tivessem esperado até o amanhecer seriam tidos por culpados aos olhos do povo de Samaria, pois teriam deixado de dar as Boas Novas. Para muitos poderia ter sido tarde demais, pois poderiam ter morrido de fome até pela manhã. Mesmo como pastores, sabemos é claro, que ao encontrarmos com o Senhor, não prestaremos conta somente do nosso ministério com os salvos, mas de igual modo, da nossa responsabilidade de testemunho para os perdidos. Ez.3:18 não te dá arrepios? Os quatro homens anunciaram as Boas Novas. Em 7:10 diz que eles "bradaram", ou seja, gritaram, clamaram em alta voz (O dicionário chega a dizer que este termo "bradar" significa "berrar"). Agora vejam que maravilha encontramos no v.16: "...Então saiu o povo..." O povo há tanto tempo estivera preso na cidade "saiu"; foi libertado e restaurado quando ouviram as Boas Novas! Amados, se anunciarmos as Boas Novas do Evangelho com dedicação e amor aos perdidos acima de tudo, poderemos ver muitos em nossa própria cidade sendo libertados do domínio do pecado e de Satanás. Não está certo ficarmos calados; vamos proclamar as Boas Novas.

Cleber Rodarte Neves é pastor da Igreja Batista Independente em Campo Belo, MG

Nenhum comentário:

Postar um comentário